fbpx

Singu + Natura

Mais digital do que nunca, Natura investe em startup de beleza Singu

 startup trabalha com delivery de serviços de bem-estar e foi criada pelo mesmo fundador da Easy Táxi, Tallis Gomes. O valor investido não foi divulgado, no entanto o acordo dá a Natura a possibilidade de a totalidade do negócio no futuro.

mais digital do que nunca natura investe em startup de beleza singu

“Um dos pontos fortes da combinação entre Natura e Singu, que tem sido objeto de estudo pelos times e poderá ser implementado, será o de fornecer a milhares de consultoras de beleza Natura a oportunidade de gerar mais renda, permitindo que ofereçam, por meio da plataforma, serviços como de maquiadora, cabeleireira, manicure, entre outros”, destacou a companhia, em comunicado.

 

Desde o berço do negócio há 50 anos, a Natura &Co está ligada à natureza, seus princípios, essências e matérias-primas. A companhia agora quer deixar cada vez mais clara outra simbiose em seu ecossistema de negócios: com a tecnologia e o todo universo digital.  Nessa direção,  anuncia hoje um investimento na Singu, a startup de serviços de beleza delivery criada por Tallis Gomes, o mesmo fundador da Easy Táxi. A companhia terá opção de assumir 100% do negócio no futuro.

Como é quase praxe nessas transações, o valor não foi revelado. Mais do que o montante aplicado, o que importa é o conceito: o reforço no papel da representante da marca e nos serviços para o cliente. A startup tem 3 mil profissionais de beleza cadastrados e a Natura vê potencial para centenas de milhares. A base atual conta com 200 mil clientes ativos. Pela Singu, é possível ter em casa desde manicure e pedicure, até serviços de depilação (incluindo masculina) e massagem, passando por cabelos. No Brasil, a estimativa é que o mercado de serviços de beleza movimente ao ano mais de 50 bilhões de reais.

A Natura &Co, que se tornou uma das maiores do planeta no setor de higiene e beleza após a compra da centenária Avon, vê o negócio como um canal importante para uso da marca pelas clientes — já que a rede prestará os serviços com os produtos da empresa — e também para transformar as profissionais em representantes da marca. A pandemia ensinou às consumidoras que a tarde de beleza no salão pode ser em casa, com as melhores amigas. E a Natura entende que essa compreensão é irreversível. Tudo hoje chega na mão do cliente. Não haveria motivo para ser diferente com a beleza.

É a aposta no modelo de social selling na veia. O conceito ganhou fama e status na pandemia. Aquela vendedora Natura que há 50 anos batia de porta em porta para mostrar as novidades agora é uma influencer, com o acesso aos clientes potencializado pelo mundo digital.